MENU
Back To Top
Exibindo posts na categoria

Saúde

Lugares para comer saudável

12776872_10206060268129341_1453096910_o

No último #DramasDoIntolerante, falamos sobre o que é o vegetarianismo, tipos, o porquê de ser e todas as suas qualidades.

Para quem está começando, assim como em qualquer dieta, é preciso ir devagar. Um corte drástico na alimentação pode fazer com que haja desistência, trauma ou até anemia como foi o meu caso. Nosso corpo e nossa mente precisam se acostumar a nossas ideias. É interessante ir reduzindo o consumo por um dia da semana específico e depois ir aumentando gradativamente além de pesquisar, usar aplicativos que ajudam no monitoramento ou ter acompanhamento de um nutricionista. Hoje em dia temos várias lojas vegetarianas que estão começando a crescer rapidamente, trazendo muitas opções de refeições. Hoje trouxe dicas de 20 opções de restaurantes que temos aqui em Salvador:

 

  1. A Saúde na Panela – Pituba
  2. Brisa – Pituba
  3. Gergelim – Pituba
  4. Raízes – Salvador Shopping, Tancredo Neves e Shopping da Bahia
  5. Manjericão – Rio Vermelho
  6. Grão de Arroz – Pituba
  7. Alecrim – Salvador Shopping
  8. Ramma – Barra
  9. Saúde Brasil – Graça
  10. Rango Vegan – Pelourinho
  11. Berinjela Grill – Tancredo Neves e Centro
  12. Brisa – Pituba
  13. Nutrie – Brotas
  14. Health Valley – Piedade
  15. Empório Natural – Pituba
  16. Mariposa – Itaigara, Salvador Shopping, Iguatemi, Barra, Paralela e Apipema
  17. Mixirica – Barra e Caminho das Árvores
  18. Marietta (agora se chama Julietta) – Iguatemi e Salvador Shopping
  19. Mister Salad – Caminho das Árvores e Itaigara
  20. Vida e Saúde – Comércio

 

Espero que tenham gostado das dicas e até o próximo #DramasDoIntolerante com muitas dicas sobre vegetarianismo, alimentação saudável, intolerância a lactose e glúten.

Publicado por Érica Kolbe Tags: , , , , , , , ,
Outubro Rosa: Previna-se!
12705449_188953871471481_7172880316384325297_n
Entramos no mês de outubro com atmosfera cor de rosa!
O Outubro Rosa é o mês da campanha de prevenção do câncer de mama, simbolizada pelo laço cor de rosa. O movimento começou em 1990 e foi se espalhando através dos anos, promovendo atividades voltadas ao diagnóstico, prevenção e tratamento da doença.
O câncer de mama se desenvolve como consequência de alterações genéticas que modificam a reprodução das células no ducto mamário e nos glóbulos mamários. É o tipo de câncer do qual as mulheres mais sofrem no mundo (os homens também desenvolvem, só que em menor proporção).
Como qualquer câncer, o de mama possui estágios. Infelizmente, no Brasil cerca de 60% dos casos só são diagnosticados nos dois últimos estágios, onde já existe ou está começando a metástase (quando o câncer começa a sair da mama e se espalhar pelo corpo).
Há um tempo atrás, vimos na mídia que a atriz Angelina Jolie retirou as mamas sem estar com câncer. Por quê? Porque as mulheres também podem possuir risco genético de ter câncer de mama. A proporção desse risco varia de acordo com a proximidade do parente que sofreu da doença e quantos sofreram. Angelina descobriu que tinha 87% de risco de desenvolver o câncer de mama e sua prevenção reduziu as chances para menos e 5%. Há toda uma ciência por trás dessa detecção e muitos exames são feitos para comprovar isso. Se existe ou existiu câncer de mama em sua família, o ideal é procurar um médico para que ele possa lhe orientar.
  • Fatores que aumentam risco:
  1. Entre 40 e 60 anos, os riscos aumentam, então a atenção deve ser redobrada.
  2. Menstruação precoce
  3. Menopausa tardia
  4. Reposição hormonal
  5. Colesterol alto
  6. Obesidade
  7. Lesões de risco
  8. Tumor de mama anterior
  • A parte mais importante: O AUTO EXAME
Você mesma pode se ajudar e investigar seu próprio corpo. O tumor, incialmente não aparesenta sintomas. Quando ele já é sentido ao toque é porque sua lensão está muito grande. Além do auto exame, é super importa
nte fazer os exames preventivos na idade adequada. Os sintomas da lesão:
Vermilhidão na pele
Alteração no formato dos mamilos e das mamas
Nódulos na axila
Dor e inchaço nas axilas e mamas
Secreção escura saindo pelo mamilo
Pele enrugada, como uma casca de laranja
Mama com ferida (estágios avançados
  • E os ANIMAIS?
 Nossos bichinhos também podem desenvolver câncer de mama, seja por aplicação de anticoncepcionais (não pode!!), obesidade ou desequilíbrio hormonal. Para evitar isso, existe a castração. Muita gente tem pena de castrar seu animal, mas é extremamente necessária por muitos motivos.
Só pra começar, evita o câncer de mama, próstata e útero (e piometra, que pode levar à morte)
Aumenta a longevidade do seu pet
Reduz a marcação de terrutório
As fêmas não sofrem mais com o cio (elas ficam muito ansiosas quando entram no cio, nervosas e não se aimentam direito)
Diminui a agressividade e as fugas
Diminui a superpopulação, problema grave em nossa Salvador
Para todas as dúvidas e exames, o Hospital Veterinário da UFBA estará oferecendo atendimento clínico GRATUITO dia 17/10 das 8h às 12h.
Para castração: Clínica Clidog de Wellington Matos do lado do Bompreço do Cabula
Publicado por Caroline Maldonado Tags: , , , ,
Vegetarianismo: por amor à vida ♥
393852_2351061739572_1975742954_n
No último #DramasDoIntolerante, falamos de pessoas que escolhem parar de consumir leite. Por quê? Porque alguns tipos de vegetarianismo são contra o consumo de QUALQUER produto de origem animal. Mas o que é vegetarianismo? Vegetarianismo é um regime alimentar natural. Nele evitam-se carnes, frangos, peixes, lacticínios… Por quê? Porque hoje, mais do que nunca, sabemos o quanto os animais sofrem pra nos dar esse prazer momentâneo: a comida. Não é só matá-los. Eles nascem para isso, são criados para isso. Tudo que comem, bebem ou consomem tem a finalidade de torná-los “melhores” para o consumo humano. E sim, eles sabem que vão morrer. Vegetarianos e veganos sofrem muitas críticas sobre o estilo de vida escolhido. Veganos? Veganos não consomem produtos de origem animal por um motivo principal: a causa animal. A ética e a libertação são os principais motivos para que as pessoas se tornem veganas. Normalmente não consomem NADA que venha dos animais. Inclusive os produtos que são neles testados. Já o vegetarianismo pode surgir de problemas de saúde, religião, etc… É bem menos radical. E dá pra viver assim? Dá e dá muuuito bem. Muita gente fala que parar de comer carne causa anemia: Mas isso é pra quem não sabe comer direito. O mundo é repleto de grãos, leguminosas, frutas e tantas outras coisas que podem suprir nossas necessidades nutricionais sem retirar nenhuma vida. Não é fácil, precisamos sair da nossa zona de conforto e procurar saber o que nosso corpo precisa e como dar isso à ele. Os benefícios são enormes! A pele e os cabelos ficam mais saudáveis, diminui o consumo de hormônios (provenientes das carnes), reduz o risco de doença cardíaca, de crise metabólica, além de que certas pesquisas indicam que os vegetarianos vivem mais – e são muito mais saudáveis – do que os demais. Opa, mas eu não como carne e como ovos. Ou bebo leite. Isso é torna um hipócrita? NÃO. Vegetarianismo existe em vários graus e cada um se adapta à medida que consegue. O que importa é a consciência do motivo que te faz parar de comer essas coisas e a compreensão do amor à vida.
  • OS TIPOS DE VEGETARIANISMO:
  1. OVOLACTOVEGETARIANOS: Não consomem carne, peixe, frango, crustáceos etc.
  2. LACTOVEGETARIANOS: Não consomem ovos, nem produtos com ovos e derivados, nem carne, frango, peixe…
  3. VEGETARIANOS ESTRITOS: Não consomem carne, frango, ovos, peixe, leite, queijos, iogurtes, nem NADA de origem animal na alimentação!
  4. VEGANOS: Não consomem nada de origem animal. Seja comida, roupas, entretenimento, beleza, etc.  E alguns, também não utilizam de produtos testados em animais. Vegetarianos estritos e veganos precisam se manter atentos à alimentação e aos seus níveis de vitaminas B12, cálcio e ferro. Nada que uma boa pesquisa, força de vontade e uma boa nutricionista não resolva.
Muito importante lembrar: os motivos pelos quais comemos ou deixamos de comer pertencem à nós. As pessoas muitas vezes não querem ouvir sobre o por que paramos. Nós sabemos nossos motivos e nossas lutas e isso serve para ambos lados. Não podemos forçar ninguém a parar de consumir animais e também não aceitaremos sermos obrigados a consumir. A consciência do que comemos vale para todo o tipo de alimento.
Ser vegetariano não devia ser tratado como uma ofensa. Cada qual escolhe o que vai botar para dentro do próprio corpo e devemos nos amar e nos respeitar independente do que escolhamos comer ♥
Publicado por Caroline Maldonado Tags: , , , , , , , ,
Opções sem glúten e lactose!

Pense numa pessoa viciada em queijo…. Eu! Desde que descobri que era intolerante à lactose, eu fiquei desesperada. Com o tempo, fui descobrindo que existiam muitas opções de produtos gostosos e sem lactose no mercado. Como a maioria dos produtos sem lactose, também são sem glúten ou até veganos e de baixa caloria, as dicas também servem para pessoas que estão em dieta, são veganas ou buscam uma vida mais saudável. Os produtos que passei a não abrir mão e que salvaram minha vida pós-intolerante estão listados aí embaixo e ficam de dica porque realmente são gostosos! Espero que gostem.

  • VERDE CAMPO – LACFREE (sem glúten e sem lactose)

1. Coalhada
2. Requeijão Cremoso
3. Iogurte natural sem adição de açúcar
4. Iogurte de morango
5. Iogurte de frutas
6. Queijo cottage
7. Queijo minas

1. Em média R$ 2,36 – 1. 57 kcal por porção (1 unidade – 140g)
Redução de 66% de calorias, zero gordura, sem adição de açúcares
2. Em média R$ 8,99 – 2. 75 kcal, 30 g (1 colher de sopa)
3,4,5. Em média R$ 7,90 – Sem adição de açúcares e zero gorduras, 56 a 71  kcal para 200 g (1 copo)
6,7. Em média R$ 9,99 – Redução de 31% de calorias e 45% de gorduras do queijo com lactose

* sem glúten

  • PIRACANJUBA (zero lactose)

1. Creme de leite
2. Leite condensado
3. Leite líquido
4. Doce de Leite

1. Em média R$ 1,69 – 29 kcal, 15 g (1 colher e 1/2 de sopa)
2. Em média R$ 2,59 – 64 kcal,  20g (1 colher e 1/2 de sopa)
3. Em média R$ 4,99 – 82 kcal, porção de 200 ml (1 copo)
4. Em média R$ 4,12 – 68 kcal, 20g (1 colher de sopa)

* não contém glúten

  • ITAMBÉ – NOLAC

GREGO (natural, morango e maracujá)

112 kcal, 90 g (1 unidade)

* não contém glúten

  • ITALAC

– Leite líquido

Em média R$ 4,39 – 80 Kcal, 200ml (1 copo)

  • NESTLÉ – NINHO

Leite em pó

Em média R$ 15,99 – 112 kcal, 26 g (2 colheres de sopa)

* não contém glúten

  • Life Co – REQUEI SOY (produto vegano)

Requeijão disponível nos sabores Original, Cheddar, Provolone e Gorgonzola.

Em média R$ 3,99 – 35 calorias por colher

* 0% gordura trans e colesterol

Não sabe onde encontrar? Da uma olhada aqui:

– CONTATOS:
Verde CampoPiracanjuba | ItambéItalac | Nestlé | Life co

Então é isso! Beijos e até o próximo #DramasDoIntolerante

Publicado por Érica Kolbe Tags: , , , , , , , , ,
Página 1 de 212